Clínica e Pesquisa em Odontologia - UNITAU, Vol. 8, No 2 (2016)

Reabilitação de maxilas atróficas com implantes zigomáticos: relato de dois casos clínicos

Rosenvaldo Moreira Júnior, Felipe da Silva Peralta, Tainá Carvalho Guerreiro, Alexandre Prado Scherma

Resumo


A reabilitação de maxilas atróficas constitui um dos maiores desafios da implantodontia, haja vista que o remanescente ósseo é deficiente em altura e espessura, e pode inviabilizar a instalação de implantes convencionais. Uma das alternativas de tratamento para esses casos é a utilização de implantes zigomáticos, que dispensa a necessidade de enxerto ósseo prévio. O presente estudo faz o relato de dois casos clínicos de reabilitação de maxila atrófica com implantes zigomáticos. Nos dois casos, uma prótese protocolo foi instalada três dias após o procedimento cirúrgico, submetendo os implantes à carga imediata. 


Texto Completo: PDF