Clínica e Pesquisa em Odontologia - UNITAU, Vol. 1, No 1 (2009)

Relação profissional-paciente: médico e cirurgião-dentista enquanto pacientes

Cléa Adas Saliba Garbin, Artenio José Ísper Garbin, Doris Hissako Sumida, Sérgio Donha Yarid

Resumo


Atualmente a relação profissional da saúde-paciente vem sendo mais estudada, tratada como um aspecto-chave na melhoria da qualidade do serviço de saúde. As avaliações da qualidade do serviço de saúde devem basear-se em critérios objetivos e subjetivos, os primeiros reservados aos profissionais da saúde, os últimos aos usuários. O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de satisfação de médicos e cirurgiões-dentistas com a qualidade do atendimento recebido, das informações recebidas, dos resultados obtidos, da organização dos horários e dos custos dos serviços de saúde, quando se submeteram a atendimento de saúde (consulta e tratamento médico, odontológico, fisioterápico, psicológico, fonoaudiológico, enfermagem e outros) nos serviços público, privado e convênio. Realizou-se um estudo descritivo quantitativo do tipo inquérito, utilizando-se de um questionário estruturado para a coleta de informações. Participaram deste estudo 53 profissionais da saúde que foram previamente informados sobre os propósitos da pesquisa, e, quando de acordo, de livre e espontânea vontade, responderam a pesquisa. Pôde-se concluir que apesar do elevado grau de satisfação dos profissionais da saúde, médicos e cirurgiões-dentistas, enquanto pacientes, em relação à qualidade do atendimento recebido, à qualidade das informações recebidas e aos resultados obtidos com o tratamento, os respondentes demonstraram-se insatisfeitos quando se tratou da organização dos horários e do custo dos serviços, tendo sido estes fatores avaliados de forma regular e ruim por um grande número dos entrevistados.

Texto Completo: PDF