ILUSTRAÇÕES DE PRINCÍPIOS E PROCEDIMENTOS DA ANÁLISE PARADIGMÁTICA E SINTAGMÁTICA

Alex Alves EGIDO, Simone REIS

Resumo


Tendo em vista a constante transformação epistemológica que orienta o conhecimento produzido na área da Linguística Aplicada, este artigo visa a ilustrar princípios e procedimentos da Análise Paradigmática e Sintagmática (REIS, 2015; 2018). Dentre as justificativas para isso, salienta-se duas de cunho científico, a saber: (i) necessidade de textos de caráter didático, a fim de embasar análises de pesquisadores da linguagem que se proponham a usar a APS como método analítico, e (ii) desejo de suscitar discussões teórico-procedimentais da aplicação da APS, visando a seu aprimoramento. Tais exemplificações são recortes de uma sessão de orientação. Dentre as possibilidades de avanço da APS, salientamos algumas de cunhos científico e social. Quanto à primeira (i.e. científica), há necessidade de aplicação e consequente aprimoramento do método, bem como promoção de espaços acadêmicos à sua discussão. No que concerne à segunda (i.e. social), ressaltamos a necessidade de outros procedimentos de pesquisa pelos quais as vozes dos participantes possam ser incluídas e ou eles participem da investigação, o que a APS já tem possibilitado.


Palavras-chave


Linguística Aplicada. Análise Paradigmática e Sintagmática. Construcionismo Social.

Texto completo:

PDF